Como surgiu o motor? Motor a vapor? será?

Artigos

Motor

Na versão norte-americana, o inventor foi Sylvester Howard Roper, nascido nos EUA. O estadunidense que viveu entre 1823 e 1896 desenvolveu um motor de cilindros a vapor (accionado por carvão) em 1867. Esta pode ser considerada a primeira moto, já que tratava-se de uma bicicleta, mas com motor a vapor. Roper criou um sistema de propulsão a vapor em 1869 e, embora muito perigoso, fez sucesso em suas exibições. Muito barulhenta e fedida, ela assustava os cidadãos da época, além do fato de espantar os cavalos que transportavam os poderosos de então. Em 1895, Roper desenvolveu uma versão aperfeiçoada da bicicleta a vapor. Na época, as motocicletas com motores a combustão estavam se tornando viáveis, e a experiência de mais de 30 anos credenciava Roper a fazer o mesmo com os propulsores a vapor. Foi quando o inventor apresentou um veículo melhor, com mais autonomia, reaproveitando o carvão em um compartimento fechado, que, ao mesmo tempo, reduzia o mau cheiro. Em 1º de junho de 1896, Roper decidiu que seu engenho estava pronto para ser exibido ao público.

Partiu então para a pista de corrida de Charles River, e desafiou os pilotos de bicicleta a acompanhá-lo. Com 73 anos de idade, Roper conseguiu uma média de 48km/h na pista de madeira, deixando seus adversários para trás. Empolgado, ele tentou uma nova volta rápida para melhorar sua própria marca, foi quando a frente da bicicleta começou a oscilar, jogando Roper para fora da pista já morto. Todos pensavam que o tombo o teria matado, mas um exame feito depois confirmou um infarto fulminante. Nota-se já desta época a vontade de competir, mesmo que por motivações financeiras ou científicas. Nessa época cheia de descobertas, os inventos de Roper não foram suficientes para tornar o motor a vapor adequado para mover veículos leves como a motocicleta, mas inspiraram aperfeiçoamentos em locomotivas e navios. A história de Sylvester Roper é verídica, mas a paternidade da invenção da motocicleta é contestada.

O motor de combustão interna prevaleceu desde a sua criação e é um dos pilares na construção da motocicleta. Voltando um pouco no tempo, em 1860, na França, já existia um propulsor de combustão, alimentado por gás e fagulha de combustão interna, criado pelo engenheiro belga Étienne Lenoir, que era mais compacto e eficiente que os motores a vapor.

Resultado de imagem para primeiro motor a vapor moto

Contudo, a história aponta um engenheiro mecânico chamado Gottlieb Wilhelm Daimler como o inventor da motocicleta. Wilhelm Maybach e Gottlieb Daimler construíram uma moto com quadro e rodas de madeira composto com um motor de combustão interna em 1885. Sua velocidade máxima era de 18 km/h e o motor desenvolvia 0,5 (meio) cavalo de potencia.

Gottlieb Daimler usou um novo motor inventado pelo engenheiro Nikolaus August Otto. Otto inventou o primeiro motor de combustão interna de quatro tempoem 1876, por isso é denominado como Ciclo de Otto, assim que desenvolvido, Daimler (antigo empregado de Otto) o converteu numa motocicleta que alguns historiadores consideram a primeira da historia. Em 1894 Hildebrand e Wolfmüller apresentam em Munique a primeira motocicleta fabricada em série e com claros fins comerciais. A Hildebrand & Wolfmüller manteve-se em produção até 1897. Os irmão russos residentes em París Eugéne e Michel Wernermontaram um motor em uma bicicleta. O modelo inicial com motor sobre a roda dianteira teve início de produção em 1897.

 

Motocicleta 49 cc. de 1966

Em 1902 foi inventada pelo francês Georges Gauthier, a motoneta (ou scooter, proveniente do inglês scooter), também conhecido como Vespa. A motoneta é um veículo de duas rodas provido de um quadro que preza pela proteção do piloto e com um painel. Foi fabricada a partir de 1914 e teve grande popularidade, sobretudo entre os jovens. Composta com duas rodas menores, e um quadro aberto que permite montá-la sem grande dificuldade. Possui também chassi protegido por carenagem, para proteção do componentes mecânicos, além de oferecer alguns itens de conforto e segurança como porta luvas, porta capacete, roda de estepe. São veículos desenvolvidos especialmente para o uso urbano.

Em 1910 surgiu o sidecar, uma moto com roda lateral que se une ao chassi através de um eixo, e possui um compartimento protegido com carroceria para abrigar uma pessoa. Para seu manejo, é necessário que o passageiro participe das manobras efetuadas pelo piloto, principalmente em manobras de curva.

Depois de retornado da Segunda Guerra Mundial (1945), os soldados americanos pareciam descontentes com as motocicletas que eram fabricadas pela Harley-Davidson e pela Indian. As motos que tiveram contato na Europa eram mais leves e ligeiras, o que transformavam em motos mais divertidas de conduzir. Estes veteranos começaram a mexer e customizar esses modelos, dando início ao que conhecemos como custom.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *